quarta-feira, 22 de abril de 2015

I'M a Sweet Disaster Special


"Atingida pelo amor meu coração está superaquecendo e não quer parar tento desacelerar a batida, mas você é tão quente e os tremores continuam se repetindo e eu digo a mim mesma para continuar a respirar, mas estou presa nos seus tremores secundários acerte-me como um terremoto sinta o meu céu e terra balançando..."

Ainda era tão cedo e eu já estava acordada apenas observando Joe dormindo com a cabeça em meu peito como uma criança. Tenho que me levantar e me arrumar daqui duas horas tenho que pegar um avião para Nova Iorque isso se Joe me deixar colocar os meus pés para fora dessa casa. 

Eu o empurrei sem muita delicadeza e corri pro banheiro eu estava vomitando de novo. Joe não me deixaria ir pra Nova Iorque de jeito nenhum. Ele estava atrás de mim segurando meu cabelo para que eu pudesse vomitar, mesmo depois de cinco anos casados isso ainda me deixava envergonhada. 

Eu o empurrei um pouco, mas aquela maldita enxurrada de nada saia do meu estômago me deixando tonta e com náuseas, no fim ainda acabei me segurando a ele. 

_Bom dia_Ele disse sorrindo com cara de sono e isso irritou o diabo dentro de mim

_Vai se ferrar Joe_Eu murmurei indo escovar meus dentes, ele riu atrás de mim prendendo meu cabelo em um rabo de cavalo baixo, como ele sempre tinha um amarrador de cabelo? 

_Bom dia._Eu disse por fim.

_Você não vai a Nova Iorque.

_Joe...

_Não sozinha.

_Joe você tem trabalho aqui não pode faltar.

_Eu tenho uma reunião as 16:00 na palace. Eu vou com você._Ele beijou minha nunca sorrindo pro espelho e saiu do banheiro.

_E Adam?_Eu perguntei ainda escorada na pia do banheiro começando meu ritual de maquiagem. Pelo meu ânimo seria o mais básico possível.

_Ele tem a avó e três tias para ficarem com ele. Você sabe que elas adoram ele.

_É você pensou em tudo... Meu herói!_Eu ironizei indo me vestir. Minhas malas já estavam prontas eu voltaria amanha _Vai voltar amanha comigo, certo?

_É claro minha menina, esta melhor?

_Acho que sim_Eu resmunguei_ Não estou melhor, mas eu não vou ficar não posso ficar de cama só por que estou grávida.

_Demi você tem que entender que gravidez é algo sério não é por que você não quer ficar na cama que não precisa. Me diga que já começou o pré natal?

_Não ainda não, eu vou começar quando viermos de Nova Iorque, na segunda feira.

_Hoje é quinta Demi.

_Mas, eu já decidi.

_Bem, você que sabe então Demi.

***


"Onde você esta Demi???" 

"Aéreo porto com meu marido que esta totalmente e estranhamente sem paciência comigo!"

Confessei a Selena por mensagens colocando a situação toda como um cenário final, na verdade meu casamento com o Joe estava estranho, estávamos agindo mais como um casal de amigos com benefícios do que como um casal de marido e mulher. E isso estava me incomodando. O.k sempre fomos amigos, mas acho que podemos ser amigos e um casal como sempre fomos se Joseph é claro concordar.

"Você não esta exagerando? É mais do que óbvio pra Deus e o mundo que ele te ama. Conversa com ele, talvez tenha acontecido algo..."

"Não faz alarde Selena e não vai sair por ai contando pra todo mundo. Aconteceu uma coisa: To gravida de novo!"

"AI MEU DEUS!!!! QUE COISA BOA!!!! Meus parabéns!!!!"

"Sim. Obrigada. Será que Joe gostou de saber disso?"

"Logico que sim Demi. Fala com ele, você sabe como ele é."

"To com medo que algo tenha mudado... :( "

"Você é a esposa dele a única mulher que ele ama e vai estar em Nova Iorque com ele sozinha e você é sexy como o inferno e faz uma ( ou muitas ) coisas que ele adora ;) kkkkk você tem tudo em mãos para trazê-lo de volta ao seu paraíso...  Você não vive dizendo que é um doce desastre? Lembre a ele do por que!"

Eu sorri para mim mesma, eu sou um doce desastre e sou o doce desastre da vida do meu marido, se não fosse eu aparecer a vida dele seria um tédio tão grande! 

E se tem uma coisa que eu sei fazer é arranjar confusão. E eu vou fazer isso! Joe voltou da lanchonete e eu sorri pra ele. Ele parou onde estava e lentamente veio se sentar ao meu lado.

_Pelo amor de Deus o que você esta aprontando?

Eu ri encostando minha cabeça em seu ombro beijando seu pescoço.

_Nada, meu amor.

_Nada? Eu conheço esse seu sorriso Demetria o que esta se passando nessa cabecinha?

_Sinceramente? Nada além de amar você._Eu lhe roubei um beijo._É a unica coisa que sempre passa pela minha cabeça meu amor.

Ele sorriu e segurou meu rosto antes de beijar minha testa e meus lábios.

_Eu sei disso._Ele piscou pra mim.

Eu peguei meu celular e mandei uma mensagem pra Selena, e outra para Ryan.

Selena: "Eu te amo tanto. Beijo até amanha linda!"

Ryan: "Amorzinho precisamos conversar... Preciso de uma ajuda sua para causar uma pequena confusão na vida do meu marido"

"Problemas no paraíso???"

"Calmo demais... Que tal um pouco de inferno pra variar?"

"parece perfeito. To dentro coisinha turbulenta... Você é pior que o inferno inteiro!!! Me inclua em tudo!!!"

"Kkkkkkkkk sou pior do que inferno? Duvido. Vou te incluir  em tudo. Amo você até mais. Te amo"

"Amo você linda."

Desliguei meu celular e coloquei na bolsa eu sorri pro Joe. Ele beijou a ponta do meu nariz claramente desconfiado.

_Seu humor esta melhor._ele comentou.

_Os enjoos e as náuseas passaram. E você também parece mais relaxado. Algo errado amor?

_Nada apenas trabalho. Quero fechar esse empreendimento de uma vez.

_Novo contrato?

_Sim, é um contrato importante.

_Joe todos os seus contratos são importantes amor, você não precisa trabalhar tanto. Por que faz isso?

_Eu apenas não quero que falte nada para você e para o Adam e agora para esse bebe também._Ele acariciou minha barriga_E, eu também não confio em ninguém que não seja da minha família para trabalhar.

_Joe amor não falta nada pra nossa família você nos da tudo relacionado a dinheiro_Eu disse magoada_Só esta um  pouco distante_Eu dei de ombros_Eu quero e preciso que você fique mais em casa, que você fique mais comigo e com o Adam. Joe nada mudou eu preciso de você, eu ainda amo você.

Joe sorriu de leve e entrelaçou nossos dedos.

_Amor, você precisa confiar mais nas pessoas, pegar menos contratos, eu acho que temos bastante dinheiro, vai demorar pra nos fazer falta.

Ele olhou pra frente brincando com a minha aliança. Ele ainda faz isso.

_Vamos tirar umas férias, o que acha?

_Acho ótimo, mas também acho que precisamos nos mudar Joe. Uma mudança de ares pode nos ajudar.

_Nos mudarmos? Nos ajudar em que? Estamos com problemas minha menina?

_Não, claro que não. Nunca teremos grandes problemas enquanto nos amarmos, eu te amo e tenho certeza que você me ama. Mas, acho que precisamos fazer isso Joe. Vivemos no meio da sua família há tanto tempo. Não estou reclamando eu os amo e Deus sabe o quanto eles são bons pra nós, mas eu queria ter um lugar literalmente só nosso. Joe por favor pense no assunto não sairemos da cidade, poderíamos ter uma casa menor, eu não sei, mas pense em sermos só nós amor por favor.

_O.k Demi eu vou pensar e depois com calma nós conversaremos sobre isso, tudo bem pra você.

_É só o que estou pedindo amor._Eu beijei seu rosto_Onde vamos passar nossas férias?

Ele sorriu mais relaxado_Que tal um lugar que seja verão nessa época do ano com muitas praias, e um lugar sossegado pra gente?

_Parece o paraíso na terra!

_Caribe?_Ele perguntou erguendo uma sobrancelha pra mim.

_Oh! Uh la la! Sim! Mas, tenho uma coisa pra pedir?

Ele riu_Peça.

_Podemos fazer essa viagem antes de eu ter outro filho?_Eu acariciei meu ventre e Joe colocou suas mãos sobre as minhas imitando o meu ato.

_Claro, quero que aproveite_Ele disse acariciando minhas mãos e meu ventre ao mesmo tempo_ Eu espero que seja uma menina desta vez.

_Jura?

_Uhum queria ser pai de uma menina também.

_Eu também quero que seja uma menina, mas se for outro menino vamos ama-lo do mesmo jeito.

_Sim com certeza. Eu amo você Demi. E você ainda é a unica mulher da minha vida, ainda me faz o homem mais feliz desse mundo, e nesse momento sabendo que vou ser pai de novo você não faz ideia da alegria e felicidade que estão se derramando dentro de mim. Mesmo você sendo a teimosia em pessoa. Eu ainda amo você._Joe beijou meus lábios e em seguida se inclinou para beijar minha barriga. Eu ri acariciando seus cabelos olhando pra ele. 

Quando ergui meu olhar haviam algumas pessoas nos olhando, mas eu obviamente nunca me importei com plateias e já fazia um tempo que Joe deixou de se importar com elas. Acho que desde que ele me conheceu. 

Afinal, eu estou sempre puxando-o para alguma coisa onde muitas pessoas olham. E infelizmente não me importo. Quanto mais velha eu fico, mais eu perco o pouco de vergonha na cara que eu tenho.

CONTINUA <3



terça-feira, 21 de abril de 2015

I'm a Sweet Disaster Special

Eu ando um pouco sem cabeça pra escrever X.O então pensei em escrever outra coisa. E como eu amei escrever I'm Sweet Disaster e sinto muita falta dessa fic resolvi fazer um especial de 3 capitulos da minha fic favorita!!! Agora eles estão casados tem um filho estão mais velhos algumas coisas mudam, mas outras não. Até por que Demi Lovato é um doce desastre e ama uma confusão e Joe Jonas ama esse desastre e meio que já esta pegando essa parte da esposa... Ser um doce desastre!!! Espero que aproveitem e gostem!!!


"Seus lábios conduzem corrente elétrica seu beijo me faz tremer dos pés à cabeça seu toque está brilhando no escuro aqueles olhos de neon me deixa em chamas..."


 Joseph ria horrores enquanto eu puxava aquela loira oxigenada pelos cabelos para fora da sua sala. Do que ele estava rindo? Se ele estava pensando que ele iria se escapar dessa estava bem enganado. 5 anos de casados não posso acreditar que Joe poderia estar tendo um caso com a secretária! Deus! 

Eu nunca acreditei em fofocas relacionadas ao Joe e ele nunca acreditou em fofocas relacionadas a mim e nossa vida tem sido ótima, mas desde o dia que ele havia contratado essa garota eu tenho tido vontade de bater nele e nela o tempo todo.

_Por favor Senhora Jonas_Ela pedia enquanto eu arrastava para sua mesa_Eu posso explicar eu nõa estou tendo um caso com seu marido.

_Ashley_Eu puxei seu cabelo para que ela pudesse olhar para mim_Você tem meia hora para pegar suas coisas e dar o fora daqui, caso o contrário_Eu a virei em direção a enorme janela atrás de nós_Eu a jogo daqui de cima... Você me escutou?

_Senhora Jonas...

_Me escutou?_Eu puxei seu cabelo, ela concordou coma cabeça e eu a joguei de qualquer jeito sobre a mesa_ Meia hora querida, vou te uma conversa com o meu marido se ainda estiver aqui Deus me de paciência!

Eu virei as costas ignorando os murmúrios e cochichos não me importava com isso. Porra ele é meu marido, pai do meu filho, ele salvou minha vida, ele mudou minha vida, eu amo ele... Mas, tudo tem limite.

_Joe do que diabos você esta rindo?_Eu disse assim que fechei a porta da sala dele e tranquei em seguida. Cruzei os braços e o vi sentado tentando controlar a respiração.

_Não tem nenhum fio de cabelo em suas mãos?_Ele perguntou ajeitando a gravata_ A garota vai ter que usar uma peruca minha menina.

_Não me venha com minha menina Joseph, você estava aos beijos com ela! Eu não posso acreditar que você esta fazendo isso comigo._Minha voz era baixa e controlada eu ergui o queixo olhando para a janela dele não queria ter que olhar nos olhos dele ou eu me acabaria de tanto chorar. 

Percebi quando Joe se ajeitou na cadeira parecendo confuso e preocupado. Agora ele parecia entender a gravidade da situação.

_Demi minha menina, eu não estava aos beijos com a Ashley. Ela é apenas a minha secretária, e mais nada além disso. 

_Oh então eu devo estar enganada e não a vi inclinada para você segurando sua maldita gravata e te beijando?_Eu perguntei sem gritar, mas as lágrimas eu não conseguia mais prende-las_ Eu sei o que eu vi.

_Você viu errado eu nunca faria isso com você Demi._Ele se levantou e já estava a minha frente segurando minha mão e secando minhas lágrimas, me lembrei da noite em que briguei com o merda imprestável do meu padrasto naquela noite Joe secou minhas lágrimas_Você sabe que só existe você pra mim.

_Eu não sei mais do que eu sei Joe_Eu puxei minha mão e sequei eu mesma as lágrimas que ainda caiam. Nos últimos eu tinha me tornado ainda mais dependente do Joe e da sua presença, do seu amor... Dele em si. E não saberia o que fazer sem ele_ Eu vou pra casa Joe.

Eu não sabia o que pensar, dizer ou fazer. Eu não podia me separar dele. Eu o amo e eu sei que apesar dele estar tendo um caso com a secretária vadia ele me ama também e temos um filho e droga eu to grávida de novo! Eu não posso ficar sem o Joe por um milhão de motivos. Preciso dele. Amo ele. 

_Demi deixa eu explicar_Ele segurou minha mão de novo. Eu a puxei cruzando os braços, olhei em seus olhos e eu reconheci o desespero, a dor, o nervosismo... Ele estava se lembrando de alguma coisa. Parecia quase sufocado com isso.

_Não tem o que me explicar Joe... Eu vou pra casa, te vejo a noite.

Dei graças a Deus por Joe não me perguntar o que eu estava fazendo em seu escritório a uma hora dessas da tarde. Eu havia acabado de descobrir que estava grávida de novo e não quis esperar até a noite para lhe contar as novidades. Agora me questiono sobre como sou estúpida. 

_Não Demi_Joe me segurou pelos ombros_Se eu deixar você sair daqui sem pelo menos te explicar o que houve você vai pegar todas as suas conclusões e quando eu chegar em casa você não vai estar lá. Você já fez isso uma vez e eu não posso deixar você fazer isso de novo, não posso passar por essa angustia de novo e não vou.

Era disso que ele estava se lembrando. Da vez em que fugi dele para Nova Iorque. Naquela época já tinha sido difícil fugir dele, dessa vez seria impossível. Segurei a lapela do seu terno e encarei minhas unhas pintadas de vermelho antes de olhar em seus olhos.

_Tenho uma viagem marcada para Nova Iorque e você sabe. Não vou fugir. Não tenho como, mas não posso negar que eu estou magoada e não vou acreditar em nenhuma palavra que me disser agora, então apenas me deixe ir Jonas.

_Eu não posso fazer isso agora._Ele passou a mão pelo meu rosto e tirou umas mechas de cabelos que caiam em meus olhos para trás da orelha_Eu vou te dizer o que aconteceu e você vai ouvir e depois peço ao motorista para te levar pra casa, tudo bem?

_Joe...

_Demi minha menina tudo bem?

Eu revirei os olhos e concordei com a cabeça. Odeio quando ele me trata como se eu fosse uma criança, ás vezes ele me trata como se eu fosse mais criança que o Adam!

_Tudo bem._Eu brinquei com a ponta do meu salto_Diga o que quiser dizer, mas bem aqui a onde estamos e como estamos. Então, por que a língua da Ashley estava na sua garganta?

Ele quase riu. Eu o odeio ele acha que tudo isso é uma porra de cena de ciúmes? 

_Em primeiro lugar a língua dela não estava na minha garganta meu amor. E em segundo lugar_Não diga que ela escorregou, não diga que ela escorregou_ Ela estava realmente me beijando. Mais tarde caso não acredite em mim pergunte ao Nick ou ao Kevin, mas ela esta ou estava sendo transferida, já tem algum tempo que ela esta me assediando_Ele riu e eu estranhei erguendo uma sobrancelha_Desculpe, é que geralmente são os chefes que assediam as secretárias jovens e bonitas, não o contrário.

_Se ela estava o assediando_Eu nem me atrevia em me mexer não confiava em mim para não bater em alguém._Por que simplesmente não a demitiu Joseph?

_Eu gostaria de fazer isso, mas ela tem um filho Demi da mesma idade que o Adam, mãe solteira, não podia fazer isso, então a transferi de setor. Ela estava sendo transferida de setor amanha.

_Por que não me contou Joe?_Eu estava quase cedendo. Pensar que ela era mãe de um menino da mesma idade que o Adam e ainda mãe solteira fez meu coração amolecer levei minha mão protetoramente ao meu útero.

_Você entendeu essa parte._Joe concluiu depois de ver minha mão em meu ventre.

_Sim_Eu concedi_Mas, isso ainda não explica o por que dela estar te beijando hoje?

Ele suspirou e deixou a cabeça cair em meu peito inconscientemente ou por costume minha mão foi para seu cabelo. Eu jamais seria capaz de viver sem esse homem, nem me importava a explicação dele, mas eu ainda a ouviria até o final. Confiança é algo difícil de se conseguir, mas tão fácil de perder, eu não queria perder a confiança no homem que eu amo. No meu homem.

_Ela veio a minha sala se desculpar por estar me fazendo sentir atacado_Eu revirei os olhos e Joe ergueu a cabeça segurando minha mão_E me confessou que esta apaixonada por mim._Eu olhei em meu relógio meia hora_O que foi?

_Preciso ver com todo o prazer se não a uma pessoa para eu jogar da janela.

Eu virei as costas para ele e destranquei a porta abrindo-a não vi nem sinal da Ashley e as pessoas pareciam estar de volta ao ritmo normal de trabalho. Joe se agarrou a minha cintura com o queixo em meu ombro ele sussurrou me deixando arrepiada.

_Vê alguém para ser jogado da janela?_Ele sorriu e eu também me virei pra ele fechando a porta com o pé.

_Não ninguém... Estava terminando de me contar algo?

_Bem ela disse que estava apaixonada por mim e juro pelo nosso filho que fiquei totalmente sem ação, então ela começou a fazer charme e me beijou, eu a afastei empurrando-a e ela me puxou pela gravata e foi ai que você chegou, e a puxou pelos cabelos.

_E por que diabos você estava rindo Joseph?_Eu lhe dei um tapa no braço

_Estava rindo da situação minha menina, eu tentava afasta-la no mesmo momento em que você a puxava pelo cabelo. Admita sweet isso foi engraçado.

_Não admito nada Joseph e pode por favor me soltar eu vou pegar o Adam na escola e levá-lo pra casa.

_Demi não quero que vá para Nova Iorque brigada comigo com esse desentendimento mal explicado.

_Na verdade ele foi explicado Joe, apenas vou buscar o meu filho e ir pra casa te vejo na hora do jantar.

_Demi nosso filho... Por que veio aqui essa tarde?

Eu me engoli _ Agora não importa mais... Vanessa vai jantar conosco hoje. 

Joe revirou os olhos depois de todos esses anos ele ainda não havia conseguido perdoar ela, sempre que ela aparece ele fica apreensivo e 200% mais protetor chega a ser irritante!

_Não estamos brigados?

_Você é tão irritante Joe! Ok eu não sei o que te dizer então sim estamos brigados e quero que me deixe em paz, o.k?

_Te deixar em paz? O.k. Tudo bem._Ele se afastou e colocou as mãos nos bolsos ele respirou fundo e abaixou a cabeça_Obrigado pela visita Demi quando sair por favor feche a porta. Se não for incomodo peça a Meredith que venha até minha sala, te vejo a noite. Até mais tarde Demi.

Eu olhei intrigada para Joe ele simplesmente se sentou em sua mesa e retornou ao trabalho, fiquei ainda quase 10 minutos parada enquanto ele ligava para Nick e marcava uma reunião de emergenica para daqui meia hora. Ele chegaria tarde em casa hoje. Sempre que ele queria me evitar chegava tarde do trabalho, mas isso nunca foi realmente um problema pra gente. 

O que realmente esta me incomodando é o fato de que ainda estou aqui e ele esta agindo como se eu não estivesse. Joe nunca me deixa quieta quando brigamos ele simplesmente tenta e tenta e tenta me persuadir a fazermos as pazes e até ele ter certeza de que estamos bem ele não desiste. Isso é um claro sinal de que ele não vai desistir da gente, que ele não vai desistir de mim. Mas, o silêncio e a ignorada que ele esta me dando, eu não sei lidar com isso, eu nem ao menos sei o que é isso.

Eu arrisquei mudar meu peso para o outro pé. Mordi meu lábio e brinquei com a minha aliança em um claro sinal de nervosismo.


_Joe?_Eu chamei baixinho e com certo receio.

_Sim?_Ele respondeu sem me olhar.

_O que esta acontecendo?

_Eu estou trabalhando Demi é isso que esta acontecendo.

Ai essa doeu!

_Eu vi isso quero dizer o que esta acontecendo agora entre a gente... Me sinto um pouco perdida.

Ele finalmente me olhou, mas não havia nada em seu olhar preferia que ele nem tivesse me olhado por que esse vazio completo e mágoa me machucam.

 Oh merda! Merda! Merda! Merda!  Joe magoado é um saco de lidar, ele se torna insuportável.

_Não esta acontecendo nada entre a gente Demi e se me der licença estou um pouco ocupado agora querida, se já terminou o que queria aqui poderia ir embora.

_Joe!

_Eu realmente, realmente preciso terminar isso Demi, te vejo no jantar.


E ele abaixou a cabeça de volta ao trabalho, peguei minha bolsa e sai da sala me segurando pra não bater nele. Ele beija outra mulher e ele é que sai como vitima da sociedade feminina? Santo Deus, como ele consegue?  

_Meredith_Eu dissse assim que sai da sala_Joe quer falar com você_Eu sorri o mais doce possível, mas eu queria mesmo era bater em alguém começo de gravidez é sempre uma droga eu fico mais emotiva enjoada, e a beira das lágrimas! Como não percebi que isso era gravidez? Peguei meu celular e liguei pra Selena_Selly pode pegar o Adam na escola para mim?

_O que houve Demi?_Eu já estava chorando, mas sorri pra responder a ela qeu apenas não me sentia bem e que iria direto para a casa._Tudo bem então te vejo mais tarde.

_Obrigada Selena você é um anjo.

_sim eu sei... Quer que avise ao Joe que esta mal?

_Céus não... Não é nada apenas um maldito mal estar e meus nervos... Eu puxei uma garota pelos cabelos hoje.

_Parece interessante Demi_Ela ria _O.k qualquer coisa avise ao Joe ou me ligue estarei na sua casa com o Adam em três horas.

_Obrigada amo você.

_Amo você. _Ela desligou.

Assim que cheguei em casa tirei meus saltos, meu vestido tomei um banho coloquei uma camiseta larga e cumprida e fui dormir. Realmente não me sentia bem. Pedi que as empregadas da casa preparassem a janta para Joe e Adam e cancelassem o jantar com a Vanessa pois não me sentia disposta. 

                                                                             ***


_Mamãe, mamãe!_Eu o ouvi antes de ele pular sobre mim. Tentei não gemer de dor e sorri pra ele destapando a cabeça.

_Oi amorzinho_Eu lhe abracei beijando a testa_Como foi o seu dia?

_Muito muito legal mamãe a senhora Callie nos ensinou a fazer carrinhos com massinha de modelar, é tão legal! Amanhã eu vou trazer pra senhora.

Eu ouvi tudo o que ele tinha pra me contar, vi tudo o que ele tinha pra me mostrar com todo o carinho e paciência, mesmo com o mal estar ele é meu filho e merece minha total e completa atenção.

_Cadê o papai?_Adam perguntou pela terceira vez desde que o dei banho e dei sua janta.

_Ele ainda esta no trabalho amorzinho, daqui a pouco ele chega.

_Mas, daqui a pouco eu tenho que dormir! Eu não quero mais ser amiguinho do papai, ele não vai brincar comigo hoje!

_Não fala isso!_Eu o repreendi, mas até minha voz estava fraca_Seu pai esta trabalhando.

_Papai ta sempre trabalhando.

_Não é verdade. O papai ta sempre com a gente. Não é por causa de uma coisa ruim que você tem que ignorar todos as outras coisas boas amorzinho, papai ta sempre fazendo o melhor pela gente com muito carinho, ele ama a gente._Eu sorri passando a mão pelo cabelo do Adam.

_Eu o amo o papai também.

_Eu sei diga isso a ele mais tarde ou amanha._Eu disse a ele colocando Toy Story 3 pro Adam ver pela 100 vez! Eu até sabia as falas de cor e salteado.

Adam se deitou ao meu lado na cama a cabecinha no meu peito a mãozinha pequena acariciando meu rosto, ele fazia isso sempre, igual ao pai. Acabei dormindo.

Acordei com vozes ao meu redor. Não consegui abrir os olhos e nem precisava eu reconheceria a voz do Joe até em coma... Ou até mesmo morta.

_Hei campeão o que faz na minha cama? Acordado a essa hora?_Ouvi Joe perguntar, senti ele se aproximar de mim e o tom de sua voz diminuiu _Conseguiu enganar a sua mãe pra ver desenho?_A voz dele era divertida.

_Não enganei a mamãe, papai_Adam ria senti quando ele se levantou e provavelmente foi pro colo do Joe, ás vozes estavam baixas quase sussurradas_Eu tava vendo desenho com a mamãe, mas ele dormiu.

_E você não tentou dormir com ela?_Joe questionou a ele. Mas, eu podia ouvir que Joe enchia ele de beijos e mordidas_Já passou faz tempo da sua hora de dormir molequinho.

_Ah papai, mas eu quero te contar uma coisinha muito legal.

_Ah é?_Pude ouvir a animação na voz do Joe e quase decide acordar de vez, mas meu corpo não colaborava e eu não sabia se era impressão minha ou não, mas podia sentir Joe me olhando_Então, conta pro papai.

_Hoje na escola a gente aprendeu a fazer carrinhos igual o do Relâmpago Mcqueen com massinha de modelar!_A animação na voz de Adam era tão linda! Não há nada como a pura inocência de uma criança.

_E você vai trazer algum carrinho desse pro papai?

_Vou sim pro papai e pra mamãe.

_Ela vai gostar muito_Joe disse eu sabia que ele estava sorrindo.

_Vai sim eu tenho que deixar a mamãe feliz, a tia Selena disse que ela ta doente, e eu acho que é verdade papai por que ela mal brincou comigo hoje. Ela tava no banheiro colocando a nossa comida lá pra fora... É nojento!

_Sua mãe ta doente?

_Ta sim papai a tia Selena me contou. E o papai me disse que eu tenho que tomar conta da mamãe por que ela é o nosso bem mais precioso do mundo!

_E ela é não é? A mulher mais linda desse mundo.

_A minha mamãe é linda.

_Eu amo ela.

_Eu também amo a mamãe. A mamãe disse que ama o papai.

_Eu sei disso_Eu ouvi ele suspirar_Agora dê um beijo devagar na mamãe que eu vou te levar pra cama.

_Mas, papai!

_Sem essa Adam já passou da hora... O beijo da mamãe.

Eu me virei e abri os olhos no momento em que Adam ia me beijar mesmo tendo escutado toda a conversa eu levei um susto com o Adam se inclinando sobre mim. Ele riu e me beijou.

_Boa noite mamãe, eu te amo.

Eu passei a mão pelo meu rosto._Desculpa amorzinho_Dei-lhe um beijo na testa_Boa noite tenha bons sonhos, mamãe também te ama.

Joe piscou pra mim sorrindo e saiu com o Adam no colo, ainda passando a mão pelo meu rosto e cabelo olhei meu relógio de pulso 23:23 isso devia me dizer alguma coisa? Na adolescencia sim, agora apenas que esta tarde. Me sentei na cama empurrando os travesseiros para o lado e desligando a tv. Joe voltou pro quarto, sem paletó sem gravata a camisa aberta alguns botões, o cabelo bagunçado, sem sapatos... Meu marido é tão lindo.

Eu sorri pra ele._Como foi seu dia amor?

_Interessante, mas como sempre voltar pra casa é a melhor hora do dia.

_Não parece chegou tão tarde hoje.

Ele se sentou aos pés da cama e colocou minhas pernas em seu colo destapou meus pés e começou a fazer massagens nele... Eu não mereço um homem tão bom.

_Isso é tão bom!_Eu sussurrei pra ele. _Esta mais calmo?_Eu questionei devagar.

_Estou._Ele me olhou sorrindo e beijou o peito do meu pé. _Adam me disse que a tia Selena contou que você esta doente.

_A tia Selena fala muitas coisas._Eu disse me sentindo cansada e dolorida. Não me lembro de ficar assim grávida do Adam a única coisa que sentia era sono e enjoos matinais. E os enjoos já eram raros a partir do terceiro mês de gestação. Agora me sinto... Doente não gravida.

_E Adam disse que viu você vomitando._Ele me olhou e eu suspirei fechando os olhos_O que esta acontecendo? Esta assim pelo o que houve essa tarde? Eu sinto muito mesmo minha menina, eu pensei em tudo aquilo e entendo como tenha se sentido quando viu Ashley comigo, eu teria sentido a mesma coisa se a situação fosse inversa.

_Eu entendo amor, juro. 

_Eu sei que entende menina, mas quero que saiba que eu sinto muito por ter feito você se sentir tão triste e tão mal minha menina eu nunca quero magoar você, me perdoa.

_Joe_Eu abri meus olhos e me aproximei dele passando a mão pelo seu rosto _Não tem o que perdoar eu amo você eu acredito em você. Você nunca me deu motivo para duvidar do seu amor por mim Joe, muito pelo contrário só me da provas de que seu amor por mim é real e sincero e continua assim mesmo depois de algum tempo casado com esse doce desastre que você chama de esposa._ Eu pisquei pra ele e lhe dei um selinho_Eu amo você Joe.

Ele me abraçou e me deu outro selinho_Eu ainda te amo minha menina.

Eu sorri e me deitei de novo fechando os olhos.

_Como foi o jantar com a Vanessa?_Ele questionou ainda fazendo massagens nos meus pés.

_Não foi eu cancelei.

_Por que?_Ele pareceu surpreso com esse fato.

_Eu estava muito, muito indisposta e passando mal não podia dar atenção a ela, nem me lembro se consegui dar devida atenção ao Adam, eu tentei juro que tentei, mas estava tão cansada.

_Demi você não dirigiu nesse estado dirigiu?

_Não, eu pedi a Selly pra trazer Adam pra casa. Selena é a melhor pessoa desse mundo.

_Demi..._Ele me chamou massageando meus dedos, ai como eu amo meu marido.

_Hum...

_Olha pra mim_Fiz um esforço e abri os olhos_Você esta grávida, não esta?

_É mais quando engravidei do Adam não fiquei desse jeito e... E espera aí... Quem te contou? Como sabia?

_Minha menina..._Ele sorriu beijando meus pés e tornozelos

_Joe eu amo tanto você_Eu murmurei com um sussurro essa coisa dele sempre massagear os meus pés e beijar é tão fodidamente relaxante, sexy e excitante eu amo tanto ele por isso!

_Você me contou que esta grávida... E eu sei que gosta disso_Ele beijou e chupou meu tornozelo e eu gemi... Como era possível que até ai meu corpo correspondia a ele com prazer?_ Em fim... Eu sou casado com você há cinco anos eu conheço você, eu já presenciei uma gravidez todinha sua, quando você começou com aqueles enjoos pela manhã e aquelas suas crises emotivas eu soube na hora que seria pai de novo... Demetria me escuta_Eu prestei toda atenção nas palavras dele até por que ele tinha parado de massagear meus pés e tornozelos_ Eu te amo tanto, muito obrigada por fazer isso por mim.

_Fazer o que?_Eu estava perdida havia apenas 40% do meu cérebro prestando atenção nas palavras dele.

_Por me ajudar a me tornar um homem melhor e por me ensinar a como verdadeiramente uma mulher. Você. Sou grato a você por isso minha menina. E por me dar a opurtunidade de sempre melhorar. Era isso eu acho.

_Tudo bem é sempre uma honra enorme ter um filho com você. Conte sempre comigo pra isso.

Joe riu deixando o corpo dele cair pra trás na cama.

_Quantos por cento do seu cérebro esta acordado?

_Hum... Acho que 60%... Por que?

_Acha que consegue dar alguma atenção ao seu marido?

_Não sei posso tentar_Eu disse analisando minhas unhas_Para o que precisa de mim?

_Bom, para tudo. Mas, no momento só pra te paparicar e te encher de beijo.

_Oh eu posso fazer isso!_Eu disse animada indo pros braços dele.

Joe me deu  um beijo na testa me abraçando me puxando pra ele e realmente me encheu de beijo, ele ergueu a camiseta que eu estava e acariciou minha barriga enquanto me beijava repetidas vezes. Uns beijos mais longos, mais demorados, outros mais rápidos, mais delicados, mais apressados e passamos quase uma hora apenas nos beijos e caricias.


CONTINUA.... <3


quarta-feira, 15 de abril de 2015

X.O Capitulo 14: Preparar, apontar...


"Se este mundo está se esgotando e você está pensando em fugir irei a qualquer lugar com você apenas me envolva em correntes, mas se você tentar ir sozinho não pense que eu vou entender... Fique comigo... Fique comigo. No silêncio do seu quarto, na escuridão de seu sonho você só deve pensar em mim não pode haver meio-termo"

_Pessoal, pessoal!_Eu gritei na cozinha de casa na quarta feira. Joe não estava em casa hoje ele havia ido ao hospital repetir os exames, o resto do pessoal achava que ele tinha ido centro resolver um problema. Joe disse que não queria assustar ninguém com algo que podia ser verdade. De qualquer forma passei a noite rezando. _Gente sábado é aniversário do meu bebe_Eu disse sorrindo encarando meu pote de sorvete_E que tal a gente dar uma festa surpresa pra ele, hein? 

_É assim que se fala!_Miley disse animada_Eu resolvo tudo desde os convidados a comida e bebida Joe vai fazer 18 anos... Não acredito quando eu o conheci ele era moleque sujo de barro jogando futebol na rua... Eu vou chorar!

_Miley você também vai fazer 18 anos em três meses!_Liam a lembrou 

_ É diferente.... Então Demi a festa vai ser a onde?

_Eu tava pensando que podia ser na cabana da praia...? E podia rolar algumas coisas diferentes, tipo sei lá uma festa na praia de verdade!

_Demetria eu vou te espancar_Miley  berrou comigo do outro lado da mesa_ Como que você me avisa de uma coisas dessas menos de três dias pro aniversário do Joe? Sua vadia!

_Eu achei que você ia gostar do desafio, além de claro você exercer seu amor por mandar nos outros.

_Ai não... Ser mandado pela Cyrus ninguém merece _Nick reclamou _mas, como é pro meu irmão...

_Ai esse meu namorado é muito fofo_Selena encheu o rosto do Nick de beijo._Gente esse é nosso último ano juntos!

_Ai não gente não vamos falar disso hoje! _Eu pedi me lembrando que faltava um mês para o fim das aulas e depois a gente ia se separar por 4 anos. Não queria pensar nisso agora_Vamos pensar apenas na surpresa para o Joe o resto é resto, o.k? Deixa isso pro baile semana que vem.

_O bom mesmo é que com um pouco de esforço a gente vai poder se ver quase todo fim de semana._Liam comentou

_É verdade_Nick disse beijando o rosto da namorada_Apesar de que qualquer jeito eu não poderia ficar sem vocês muito tempo... E sem minha namorada linda.

_Ai Nick_Selena o abraçou_Vocês tem mesmo que fazer faculdade fora da cidade?

_Gente agora já foi já aceitamos e vamos nos ver sempre... _Menos a Miley... É mais do que óbvio que ela ainda não havia contado que iria pra Nova Iorque. Liam parecia discordar da afirmação que nos veríamos sempre_ Demi e Joe é que se deram bem.

_Verdade entraram pra mesma faculdade_Selena disse_Eu vou pra cidade, Nick fica aqui com o casalsinho, Liam e Miley vão para outras cidades... Como vamos nos ver sempre?

_Ai gente chega de depressão!_Miley disse_Vamos pensar em algo muito melhor... Algo como festa a Festa do Joe... Vamos nos mexer gente... Selena você fica encarregada de ir com os meninos arrumar a cabana...

_E eu vou junto!_Eu disse alto 

Miley me olhou, e eu dei de ombros_O.k então, mas Demi também fica encarregada de passar o dia com o Joe... Que sacrifício pra Demi!_Todos riram_Eu fico responsável pelos enfeites, convidados, comida e bebida...

_Nada de muito alcool não to a fim de aturar gente bêbada, muito menos o Joe._Eu já avisei.

_Ta bom Demi... Liam fica responsável pela música... Alguma objeção quanto a isso Demi?

Eu ri _Não desde que eu possa ajudar, Liam?

_Por mim tudo bem.

_Eu posso ajudar com alguma coisa?_Lara estava no batente da porta com os braços cruzados_Eu realmente adoro o Joe vai ser de verdade bem legal ajudar... E eu só vou embora no domingo a tarde, posso ajudar... Se quiserem.

Todo mundo me olhou e eu dei de ombros sorrindo_Claro que pode ajudar, tenho certeza que a Miley vai achar alguma coisa pra você fazer. 

_Legal então _Miley disse _ Ao trabalho todo mundo!



***

Eu e Joe estávamos no parque embaixo de um árvore deitados lado a lado, Joe segurava a minha mão.

_Como foi os exames? Você chegou tarde ontem não foi pra aula hoje... Ta tudo bem?

_E você matou aula pra ta aqui na reta final do ano!_Ele beijou minha mão rindo.

_Joe, não muda de assunto.... Como foi tudo ontem?

_Exaustivo, uma droga!_Eu cheguei mais perto dele e coloquei minha cabeça em seu ombro e ele me abraçou_ Como foi sua tarde ontem?

_Maravilhosa pra dizer a verdade... Joe eu sei que sábado é seu aniversário, mas eu queria te pedir uma coisa?

_Claro, o que você quer pequena?

_Quero ir pra casa da cabana... Com você. Passar o dia na praia e essas coisas? O que acha Joseph? 

_Acho uma ideia muito boa... Só nós dois?

_Olha aparentemente sim, mas acho que Selena e Nick podem aparecer por lá eles realmente não conseguem nos deixar sozinhos!

Joe riu de mim  me dando um selinho. _ O que vocês aprontaram ontem hein?

_Você nem imagina o drama que aconteceu ontem lá em casa.

_Que drama? Por quê?

_Começaram a falar da faculdade e que vamos ficar quatro anos afastados! E todo esse tipo de coisa só faltou alguém chorar!

_Espera aí você não chorou?_Joe questionou me olhando de lado.

_Não. Esqueceu que a gente vai ficar na mesma faculdade? Tipo, eu, você e Nick vou sentir falta do resto do pessoal, mas sei lá eu tenho você já é alguma coisa.

_Alguma coisa? Meu Deus alguma coisa?!_Joe se virou ficando sobre mim e me enchendo de cócegas no meio da praça... E eu a minha risada escandalosa atraíamos atenção. Joe se levantou rindo e me estendeu a mão pra me ajudar_ Você não sabe o quanto é maravilhoso te ver sorrindo e dando gargalhada!

_Ai Joseph seu idiota! _Eu disse ainda rindo _Agora tem um monte de gente olhando pra nós... Que vergonha.

Eu precisava de um pouco de ar, mas Joe me puxou e me beijou. Eu estou sempre disposta a retribuir cada beijo que o Joe me da, era como se tivesse uma platéia nos olhando, mas Joe não parecia se importar e eu correspondi o beijo com alegria. 

Joe me deu um selinho sorrindo e em seguida um beijo na testa me abraçando_Casa?

_Esta cansado?

_Não só quero deitar com você e ouvir um pouco de música... O que acha?

_perfeito.

Eu abri meus olhos e constatei que realmente tínhamos uma pequena platéia. 

_Quando sua mãe volta?_Joe perguntou quando já estávamos deitados na minha cama.

_Hum... Quarta eu acho por que?

_Sabado é meu aniversário e eu queria muito passar com você, mas tipo sua mãe estava viajando ela deve estar com saudades de você assim como você esta com saudades dela.

Eu me deitei com a cabeça no peito dele_Realmente eu to morrendo de saudades da minha mãe, mas tenho quarta, quinta e sexta para matar a saudade dela e sabado... Melhor! O fim de semana é todinho seu para mim.

_Hum, mas não deveria ser seu fim de semana para mim?

_É a mesma coisa Joseph._Eu disse dando um selinho nele. 

_Demi... Por que não tem foto nossa naquela parede ali?

Oh merda!

_Eu... Eu meio que fiquei em duvida sobre qual foto eu deveria colocar.

_Ah ta. _Joe se ajeitou melhor comigo ainda em seus braços e se deitou_Eu to tão cansado Demi.

_Você esta bem Joe?

_Sim... Só um pouco cansado nada demais.

_Pode dormir Joe até por que ta chovendo mesmo. E eu não queri que você vá para outro lugar.

Ele  me abraçou e beijou minha testa.

_Tenho que pedir pra sua mãe se ela deixa a gente namorar.

_Ah é? _Eu disse rindo _Você quer namorar comigo?

_Ah é... Eu queri sim namorar com você.

_Isso é ótimo!_Eu me inclinei para lhe dar um selinho.


***


_Sabe mãe... _Eu comecei assim que ficamos sozinhas depois de todo alvoroço de quando ela chegou, estávamos jantando e eu precisava de um conselho_ Joe não anda bem de saúde.

_O que?_Minha mãe soltou o garfo no prato _O que ele tem?

_Os exames não foram conclusivos... Há uma grande possibilidade de que não seja nada demais, mas também há uma grande possibilidade de ser alguma coisa bem séria e é ai que eu preciso de uma ajuda. Eu preciso do Joe.

_Essa é uma observação sincera Demi eu sei que você precisa dele_Minha mãe pegou minha mão e apertou meus dedos com delicadeza_De que possível problema de saúde estamos falando princesinha?

Eu respirei fundo e fechei os olhos_Ninguém pode saber Joe não quer alarmar as pessoas por nada.

_Tudo bem minha boca é um tumulo Demi.


_Estamos falando de um possível câncer mãe_Ainda de olhos fechados eu senti as minhas lágrimas correrem, eu as sequei com certa agressividade_Não tem nada conclusivo e Deus ajude que não tenha, mas a duvida ta me matando mãe!

_Sim querida eu entendo_Eu senti quando ela soltou minha mão e se levantou me abraçando_Desculpe querida eu sinto muito.

_a senhora já sabia?_Eu perguntei com a minha cabeça encostada no seu ombro 

_Denise me avisou assim que Joe foi para o hospital, mas ela pediu para não te contar Joe não queria que você soubesse.

_Ele é um teimoso idiota, né?

_Sim_Minha mãe sorriu_Mas, é pra te proteger querida.

_Eu o amo e o odeio por isso.

_Querida Joe tinha que refazer os exames e nesses novos exames eu tenho certeza que não darão nada.

_Ele já os refez mãe ficam prontos semana que vem, antes da formatura e da festa.

_Vai dar tudo certo, querida. Tenha fé.

_Fé é tudo o que eu tenho e eu nem sabia o quanto.

_Então, muito bem não vamos perde-la por nada nesse mundo, nunca  muito menos agora. Ás vezes nos afastamos de Deus e do seu amor e bondade, mas Deus nunca se afasta de nós.

_Por favor mãe, não começa.

_Apenas estou lhe dizendo que o amor de Deus sempre esta presente, nos momentos bons e ruins só precisamos nos abrir e nos deixar sentir esse amor. Então, mantenha sua fé e nunca duvide dos planos de Deus para sua vida.

_Eu manter minha fé mãe justamente por isso. Pois sempre haverá duvida e é isso que nos ajuda a manter nossa fé a duvida. A nossa capacidade de mesmo quando estamos em duvida esperar pelo bem e pelo amor é isso que é fé para mim mãe. Duvidar, mas nunca deixar de acreditar.

_Como foi que você cresceu tanto?

_Mãe por que ta chorando?_Eu perguntei a abraçando com força e acariciando seus cabelos_Ambas sabemos que eu não cresci tanto... Eu tenho menos de um metro e meio!

Minha mãe me deu um tapa de leve rindo_Sua boba... Eu tenho tanto orgulho de você.

_Eu te amo mãe.

Ela beijou todo o meu rosto_Eu também te amo muito princesinha.




Sweet Disasters!!!

Hi pessoinhas lindas... Tipo assim desculpem pela demora. Eu não posso me aprofundar mais no assunto do câncer por que realmente é algo que eu estou passando no momento na familía e eu não poderia escrever nada sobre esse assunto sem me afogar em lágrimas... Eu sei que até poderia haver mais da história se eu colocasse a doença em evidência, mas eu não posso fazer isso. Desculpem. Eu acho que estraguei essa parte, mas não posso escrever sobre isso no momento, quem sabe no futuro? O temível câncer afeta todos ao redor da pessoa doente, você tem que ser forte por si mesmo e pelos outros. É o  que venho tentando fazer é o que todos na minha família e todas as outras pessoas que infelizmente passam por isso tentam fazer. Deus isso é uma merda e tão cansativo! Não posso escrever sobre o quanto conviver com isso é uma merda, você nunca sabe se esse é o último dia, o último momento, a última respiração... O último momento de agonia ou não. A espera torna tudo pior. Não sou eu que tenho câncer, mas é alguém que eu amo muito, não acho que venha ao caso nesse momento dizer quem, mas achei que era merecida uma explicação caso vocês sintam que há uma certa divagação da autora maluca que vos escreve. \0/ 

PS: Eu ando um pouco doente com meu coração dando a louca e querendo bater até sair do peito e me matar de tanta dor ou então simplesmente querendo parar me causando falta de ar e uma agonia filha da puta! Eu to bem... Quer dizer mais ou menos. Eu quase morri dois dias atrás, sem brincadeira ou trocadilho.

 Caso eu pare abruptamente de escrever nas próximas semanas é por que vou estar fora da cidade. o.k? Obrigada pela compreensão, pelo carinho e por me darem muitas visualizções ( ás vezes eu acho que não as mereço!), obrigada, obrigada, obrigada. Avisão da Demi sobre fé é realmente muito parecida com a minha... Acho que é o que temos em comum nessa história :) Amo vocês!