segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Espiadinha

A Repórter Americana


 Demetria Lovato é uma repórter que gosta de trabalhar com coisas sérias, mas trabalha para uma revista feminina o que não facilita o seu talento e seu esforço, quando  surge a chance de fazer uma entrevista e matéria de qualidade ela não pensa duas vezes.

 Mas deveria.

 Demi se mete em meio a uma guerra diplomática que dura a anos. Dois pequenos países estão em guerra a anos, por um motivo misterioso. Demi fica encarregada de entrevistar o Rei Joseph Jonas, um pouco mal-humorado, que não fala com a imprensa desde que a esposa morreu. Joseph esta desesperado ao saber que sua filhinha foi sequestrada pelo Rei  Hernandez.

No momento em que Demi se vê em Saint Land algo terrível acontece e ela da de cara com o rei, sem saber quem ele era e sobre choque ela falha com o Rei. Não há mais como sair de Saint Land e Joseph mesmo contrariado se dispõe a cuidar de Demi.

 Demi acaba se envolvendo com Joe, mas não sabe se ele esta envolvido com ela ainda mais quando se esta em meio a uma guerra que esta perdendo a diplomacia e esta entrando em uma guerra armada.

 Joseph esta tentando manter alguma diplomacia em seu país, mas com sua filha sequestrada e uma repórter enxerida e curiosa no seu pé, ele não sabe o que fazer. Se vê perdido e quando a Demi faz algo maravilhoso após ele praticamente  escorraça-la como um cão, ele fica tão agradecido que presta atenção em cada detalhe envolvendo a repórter metida, curiosa e enxerida.

Mas, ela só quer saber de trabalho de arrancar a verdade dele. Joe estava em uma sinuca: Salvar seu país, sua filha, Demetria, e tentar, mesmo sabendo que seria sem sucesso, não se apaixonar pela Repórter Americana.

A Repórter Americana... Em breve!!!!

Curiosas? O que acham meninas? Querem descobrir o que acontece entre a repórter americana e o Rei Jonas????????????




sábado, 27 de setembro de 2014

I'm a Sweet Disaster Capitulo 33 Penultimo



"Então vamos voltar para lá, voltar para o começo juro que nunca te abandonarei, você é o único que quero, vamos voltar para lá, voltar para o começo, juro que nunca te abandonarei, pois você é o único que quero..."

Depois de passar o dia no hospital Joe me levou pra casa dele, pro quarto dele. E eu me sentia bem ali naquela cama, afinal já fizemos amor nela e era adorável estar ali. Era fim da tarde e Joe estava cansado dormindo do meu lado, tão lindo acariciei seus cabelos, seu rosto... Tão maravilhoso! 

 Comecei a pensar em como as coisas entre nós começaram de forma estranha, mas que agora fazem tanto sentido que eu não mudaria nada na nossa história confusa e perturbada, e por que não cheia de desastres? Eu ainda olhava pro Joe quando acabei dormindo com uma mão em seu coração e a outra segurando sua mão, entrelaçando nossos dedos.


Dias depois... 


_Demi_Eu senti Joe beijando meu rosto, meu pescoço puxando o lençol que cobria meu corpo_Minha menina, acorde_ele continuava a me chamar beijando minhas costas, minha nunca eu estremeci e isso denunciou que eu estava acordada_ Ei sua preguiçosa abra esses lindos olhos... Sei que esta acordada.

_Não quero._Eu disse me encolhendo puxando o lençol novamente_ Eu quero dormir.

_Sei disso, mas precisamos levantar menina.

_Não, não precisamos.

_Demetria!_Joe disse alto, mas rindo_Se continuar fazendo manha desse jeito eu vou acabar fazendo amor com você.

_O jeito mais fácil de me fazer acordar... Você é esperto Joseph._Eu comentei já sentindo que meu corpo estremecia, mesmo apenas com a voz dele e com o toque suave dos seus dedos na minha pele desnuda. 

Ele puxou de vez o meu lençol, e se deitou do meu lado me puxando pra cima dele, eu ainda tinha alguns roxos no meu corpo, mas a maioria já havia desaparecido. Tratei de deixar esses machucados pra la, Joe disse que não se importava e eu também não precisava, por tanto não faria isso.

_Joe?_Eu perguntei depois de colocar meu rosto em seu pescoço e sentir o cheiro do perfume, do creme de barbear, o cheiro dele_ Quero ver a Vanessa antes de ela ir a julgamento.

Joe se mexeu inquieto_ Por que quer isso Demi?Acho que é obvio minha menina, que ela não quer ver você, você podia ter morrido. 

_Mas, eu não morri Joe estou aqui_ Eu passei minhas mãos envolta do seu pescoço e acariciei seu rosto_E estou aqui com você meu amor, mas quero me desculpar com a Vanessa.

_Por que você deveria se desculpar com a Vanessa? Demi você não tem que ir vê-la, por favor. 

_Eu quero ir vê-la Joe, eu a empurrei para fazer o que fez Joe... E quando ela sair da cadeia eu quero muito  ser amiga dela, ela não é uma má pessoas, apenas fez decisões ruins.

_E algumas dessas decisões poderia ter matado você Demi.

_Joe não seja tão malvado, você não é assim...

_Não é ser malvado Demi, eu só não quero que nada machuque você. E depois do que aconteceu eu não consigo confiar na Vanessa e não a quero sozinha com ela.

_Joe!_ Eu exclamei frustrada olhando em seus olhos_ Você esta dificultando as coisas, querido.

_Não quero você sozinho com a Vanessa  Demetria!

_O.k! _Eu disse me sentando prendendo meu cabelo e sorri pra ele, estava de bom humor_ Você vem comigo._Anunciei me levantando sorrindo_Problema resolvido,e você vai ver que as coisas vão ocorrer bem querido.

Joe respirou fundo, agora era ele quem estava frustrado. Mas, eu não podia nem ao menos tentar falar com Vanessa me desculpar, e estava a disposta a conseguir isso.

_Deus! _Ele reclamou_ Você é tão teimosa!

Eu lhe beijei a testa e depois seus lábios_ Por isso, você me ama... Não faça essa cara você sabe que é verdade Joseph.

Ele segurou meu rosto e me beijou. Eu sai correndo para o banheiro e liguei o chuveiro.


_Você não estava com sono?_ Joe perguntou da porta.

_O sono passou querido, quer se juntar a mim?

_Eu queria_ Ele disse analisando meu corpo_Mas, minha mãe esta me esperando bebe. Não demore, o.k?

_Sem você aqui debaixo por que eu demoraria?_Eu perguntei de maneira inocente e debochada

_Você não tem jeito.

_Há quase 22 anos querido_Eu ri derramando sabonete líquido em minhas mãos, e espalhando meu corpo, vi quando Joe puxou o ar e ri baixinho_É melhor ir de uma vez Joseph.

_É já fui_ Ele disse e saiu. 

Depois do banho maravilhoso que eu tomei, desci para o café, quando meu celular tocou e acabei indo me sentar na sala olhando pela janela, e o jardim maravilhoso do Jonas.

_Oi Ryan_Eu disse ao telefone sorrindo_Estou surpresa com sua ligação, aconteceu algumas coisa?

_Querida você tem uma faculdade para terminar esta perdendo muitas aulas, se não voltar a fazê-las, vai perder tudo querida.

Ah! Com os últimos acontecimentos a última coisa com que me preocupei foi a faculdade, mas não podia perder quatro anos estudando... Droga! Joe não ficaria contente com isso, mas ele TEM que entender, de qualquer forma.

_Eu posso lhe mandar os trabalhos Demi, mas você ainda precisa aparecer por aqui, sabe?

_Sim, eu sei Ryan_Eu suspirei olhando pra janela_Quantas faltas eu tenho nas aulas? 

_Muitas querida, mas algumas você pode cumprir com os atestados  e aliás como você esta princesa?

_Muito bem Ryan, na verdade não achei que depois de tudo ainda teria como me sentir bem, mas eu tenho alguns pesadelos e isso meio que assusta, mas Joe sempre me acalma então, as coisas ficam bem.

_Imagino como ele te acalma né amorzinho?! _Ryan riu e eu acabei rindo junto_ Precisa voltar e terminar a faculdade ou vai abrir mão de tudo?

_Claro que não Ryan isso esta fora de cogitação, eu só preciso resolver umas coisas e conversar com o Sr Joseph Não Quero Que Fique Sozinha Jonas. _Eu revirei os olhos, mas depois sorri com pensando em como ele se empenha pra cuidar de mim e me fazer sentir amada e tenho que concordar que ele faz ótimo trabalho nesse quesito_ Pelo menos não é sufocante ele é perfeito, só quer cuidar de mim.

_Graças a Deus você finalmente encontrou alguém com que você queira ficar!_Ryan disse feliz_ Ele te faz bem princesa fico realmente feliz por isso.

_É eu também fico muito feliz com isso, parece louco que eu finalmente tenha me apaixonado depois de tanto tempo.

_Você adora um desafio linda.

_Eu adoro mesmo._Concordei rindo, Joe entrou na sala sentando ao meu lado_E agora eu tenho outros desafios Ryan, eu tenho que desligar falo com você mais tarde, o.k?

_O.k, cheque seus e-mails linda vou lhe mandar os trabalhos.

_Tudo bem obrigado Ryan, vou fazer isso obrigada, você salvou minha vida. Eu te amo.

_Oh linda, não foi nada, você faria o mesmo. Amo você também, se cuide

_Tudo bem._E desligamos.


_O que foi?_Joe me perguntou mexendo no seu iphone. 

_Preciso voltar pra Nova Iorque._Ele largou o celular e me olhou surpreso e assustado._


_Por que  precisa voltar pra Nova Iorque?

_Tenho uma faculdade pra terminar._Eu disse calma me virando pra ele.

_Não pode se transferir pra cá?_Ele disse procurando uma solução pra que eu não me afastasse era impossível não sentir meu coração bater mais forte.

_Joe, eu tenho uma vida em Nova Iorque. Amigos, faculdade, um apartamento, não posso simplesmente abrir mão de tudo, querido.

_Demi, você esta falando em voltar a morar em Nova Iorque depois de tudo que passamos pra ficarmos juntos? 

_Eu preciso pelo menos arrumar as coisas por lá Joe, lá é minha casa, mas para ser sincera com você lá não é o meu lar.

_E onde é o seu lar?

_Meu lar é onde meu coração esta e ele esta com você, meu lar é onde você esta._ Eu beijei seus lábios de leve e devagar_ Mas, preciso me arrumar e viver minha vida.

_Viva a sua vida comigo. Demi você é um desastre, mas é o meu desastre e eu não sei mais viver sem isso, então fica comigo.

_Já estou com você Joseph, já sou sua meu amor.

_Não quero que você se vá.

_Serão apenas alguns meses ainda serei sua amor. Vou voltar pra você mais depressa do que pensa.

_Ainda vai ser minha certo? _Eu balancei a cabeça positivamente e ele sorriu_Então, acho que isso não será um problema pra nós._Eu o olhei confusa do que diabos ele estava falando?_ Casa comigo?_Ele tirou uma caixinha e a abriu pra mim, um anel lindo de diamante, era lindo, maravilhoso, Deus eu estava sonhando, ou o homem que eu amo acabou de me pedir em casamento?_ Quero que você seja minha pra sempre, até o final do sempre, e quero garantir que no final de todos os dias você esteja segura nos meus braços, quero garantir que vou ser o primeiro todos os dias de dizer o quão linda você é, quero ser o único a ver seu sorriso quando acorda, e o último a vê-lo antes de dormir.E acima disse quero que você se sinta amada, amada por mim pelo homem que te ama... Casa comigo Demi?

Eu odeio chorar na frente dos outros, E sempre achei que pedidos de casamentos eram coisas clichês do século 20, mas nesse momento eu não podia deixar de achar que essa era a coisa mais perfeita, mais doce, mais linda e honrosa que um homem que ama pode fazer, e isso aqueceu meu coração me deixou frágil de um jeito bom, quase transparente. Então, mesmo com as lágrimas nos meus olhos eu sorri pra ele o abraçando.

_Sim, eu caso com você Joseph Jonas, vou ser sua pra sempre e até depois do pra sempre. Eu amo você, não poderia ser de qualquer outra pessoa meu amor.

_Você não sabe o quanto me deixa feliz, minha menina._Eu sorri pra ele, lembrando de quanto eu odiava quando ele me chamava de menina, mas agora não consigo imaginar ele me chamando de outra forma. Ele colocou o anel em meu dedo e o beijou, então sorrindo eu admirei meu anel de noivado, era lindo e provavelmente custou uma fortuna_Qualquer coisa por você Demi, sempre. É uma promessa tudo o que você quiser.

_Oh Joseph!_Eu disse me jogando em seus braços lhe beijando eu o amo tanto, meu coração que i diga sempre parecia que ia explodir a qualquer minuto por ele._ Você é a melhor coisa que me aconteceu eu amo você.


Ele beijou meu rosto delicadamente_Você, minha menina foi o melhor desastre que eu tive na vida, não poderia mais me acostumar com uma vida calma, e pacata.

_Não que você não seja um desastre também, né amor?

Ele riu me beijando.

Sabemos que nós dois somos um desastre.



segunda-feira, 22 de setembro de 2014

I'm a Sweet Disaster Capítulo 32



"Não importa o quão longe formos eu quero que o mundo todo saiba eu quero muito você, e eu não vou aceitar de outra forma..." 


Assim que Nina sai do quarto eu fui tomar um banho, tomei cuidados com os machucados e depois de uns 10 minutos eu sai me sentindo melhor, mais limpa. Banho é sempre uma boa opção na minha vida. Assim que me sentei Joe entrou no quarto.

_Como esta?_Ele pergunta se sentando ao meu lado

_Muito melhor, banho sempre foi o melhor remédio para mim, você sabe, a gente pensa, e a mente sai tão limpa quanto o corpo, e sempre tem aquela musica favorita que fica repetindo na sua cabeça, é ótimo._ele sorri passando as mãos nos próprios cabelos ele parece tão cansado_E você meu amor como esta?

Ele sorriu_ Muito aliviado que você esteja bem, mas eu não consigo tirar a sensação de culpa, eu devia ter ficado em casa, eu sinto muito.

_Joe me escuta,_Eu virei segurando seu rosto entre minhas mãos_Querido, você  não teve culpa de nada, eu fui atrás da Vanessa saí de casa mesmo você tendo dito pra mim não fazer, não foi culpa sua e de qualquer forma, coisas ruins acontecem todos os dias, em todos os lugares... O que aconteceu poderia acontecer com você em casa da mesma forma Joe, não se torture por favor querido. Isso não vai fazer bem a você e nem a mim._Eu o abracei de lado e beijei seu rosto_ Talvez, um banho faça você descansar e pensar melhor o que acha?

_Eu posso ficar aqui com você?_Ele perguntou com a cabeça escondida no meu pescoço

_Eu não quero que você esteja em nenhum outro lugar em que não seja comigo._Eu afirmei e foi minha vez de beijá-lo na testa.

_Seu lado gentil também é muito doce._Joe sorriu e beijou meu pescoço_ Eu vou tomar um banho depois do detetive Clark chegar, ele já deveria estar aqui.

_Isso não pode ficar pra amanha?_Eu perguntei quase fazendo manha

_Quanto mais rápido terminarmos isso, mais rápido teremos nossa paz, o.k?

_Tudo bem Joe, tudo bem.

_Não faz essa carinha, você sabe que é melhor assim, não sabe?

_Sei sim, meu anjo eu sei.

_Boa menina.

_Eu sou uma boa menina, agora me beija de novo?_Eu fiz biquinho e ele se ajeitou e me beijou de maneira lenta e delicada, e me fez sentir mais viva do que nunca.

_Huhum_Alguém disse e nos separamos_Desculpem interromper.

Eu me sentei melhor na cama, e Joe se levantou e foi até o homem que estava ali e o cumprimentou_ Na verdade estávamos a sua espera Clark.

_Que bom senhor Jonas..._ Então ele se virou pra mim sorrindo gentil e educado com cuidado_ Como esta senhorita Lovato?

_Bem, obrigada Capitão Clark.

_Então, posso lhe fazer algumas perguntas?

_Claro, mas o Joe pode ficar?

_Sim, vamos começar?

_Claro._ Joe se sentou na poltrona ao meu lado e segurou minha mão sorrindo de maneira que passa confiança, mas ele ainda parecia muito cansado aos meus olhos_ O senhor Jonas me explicou a relação de vocês, como conheceu o Perssons, a tentativa de abuso que resultou na denuncia e prisão de Perssons, contou como seu apartamento em NY foi arrombado, então eu sei muitas coisas, mas ainda faltam algumas_Eu balancei a cabeça positivamente_ E queria também sua versão dos fatos, o.k?

_Sim, mas desde ãn... A nossa relação? É necessário?

_Só alguns detalhes._Ele disse discreto._Você conheceu Perssons em uma festa na casa do Jonas, já estavam juntos?

_Não, ainda._Eu respondi um pouco sem jeito era uma festa em comemoração ao noivado do Joe!

Clark riu discreto._O que houve aquela noite em que conheceu Perssons?

_Eu e Joe estávamos meio que discutindo quando Perssons chegou, ele achou que eu fosse a Vanessa e então ele desculpou pela confusão me elogiando,e eu sai. Então, mais tarde eu fiz uma dancinha pra irritar minha irmã, eu sinceramente não reparei em Perssons naquele momento. Logo depois disso, ele novamente me elogiou e me convidou pra trabalhar pra ele.

_Você negou o convite?

_Nem precisei Joe apareceu dizendo que se eu precisasse de trabalho eu trabalharia na empresa dos Jonas. Joe já conhecia a reputação de Perssons.

_É uma reputação bem ruim. E o que aconteceu após isso?

_Meu padrasto Patrick me procurou pra me dizer que devia de qualquer forma aceitar qualquer maneira qualquer proposta que Perssons me fizesse. Acabamos discutindo, mas ficou tudo bem depois. No jantar em que Perssons tentou bem, você sabe... Não me lembro do Patrick ou Denise estarem em casa.

_Não estavam menina, eles estavam jantando com um amigo, foi verificado estavam mesmo lá.

_Bom, pelo menos isso..._ Continuei respondendo as perguntas do Capitão Clark por pelo mais ou menos uma hora até que chegamos ao fim._ Ele estava tão alterado que me batia o tempo todo ele queria que eu fosse dele de qualquer forma. Ele chegou a dizer que eu fiz uma promessa muda de ser dele e que deveria ser cumprida, ele estava totalmente descontrolado e fora de si. Acha que pode ser algum tipo de doença mental ou algo assim?

_A defesa vai tentar alegar isso, mas Demi no minimo um descontrole emocional, ele já tem bastante denuncias nas costas de mulheres que alegam assédio sexual, a defesa não vai conseguir nenhum tipo de doença mental pra livrá-lo da cadeia.


_Sim, eu imagino isso.

_Eu espero que isso aconteça_Joe disse irritado_Eu quero esse cara morra na cadeia.

Eu apertei a mão dele._ E a Vanessa onde ela esta? O que aconteceu com ela?

_Vanessa já esta presa._Clark sentenciou se levantando.

_Espera, por que Vanessa esta presa?

_Ela admitiu que ajudou Perssons a entrar na casa dos Jonas, então foi presa por ajudar um criminoso.

_Por que ela faria isso comigo? Eu não quis que ela se machucasse!

_Ela alegou que quando encontrou com o Perssons depois de ao hospital ela estava com muita raiva da senhorita e queria que você sofresse, e quando se arrependeu foi tarde demais e já estavam dentro da propriedade do Senhor Jonas e bem ela não teve como te avisar.

_Eles atacaram ela, eu vi.

_Fazia parte do plano minha menina. Ela se arrependeu, mas era tarde demais pra voltar atrás, entende?

_Sim, eu entendo._Eu disse sem olhar pra ele ou pro Clark_ Já terminarmos eu estou cansada

_Sim claro, voce respondeu tudo senhorita Lovato, vamos cuidar pra que Perssons não fique livre de forma alguma.

_Isso seria muito bom na verdade.

_Bem bom descanso e melhoras senhorita_Eu agradeci com a cabeça e ele se despediu de mim_Senhor Jonas, qualquer novidade eu aviso, mas não teremos problema nenhum em mantê-lo preso.

_Assim espero, obrigado Clark_Joe se levantou e o cumprimentou _Realmente muito obrigado, você ajudou muito.

_É apenas o meu trabalho senhor Jonas, qualquer coisa...

Então ele saiu e eu suspirei e cai nos travesseiros. Decidida a não chorar.

Alguns anos atrás um garoto perdeu a vida tentando me salvar e agora uns dias atrás uma garota vai perder alguns anos presa para tentar acabar com a minha vida. Irônico, não?

Joe se sentou novamente ao meu lado na cama, eu deixei minha cabeça cair em seu ombro e ele acariciou meus cabelos beijando minha testa.

_Vai ficar tudo bem, isso vai passar menina você vai ver.

Eu não respondi nada apenas fiquei quietinha ali sentindo ele fazer carinho em mim.

Depois de algum tempo me concentrando em não pensar em nada que não fosse no carinho que estava ganhando, acabei pensando em tudo, tudo o que eu sempre pensei que não me incomodava mais, mas na verdade ainda me incomoda. A falta que meu pai me fazia, o abandono da minha mãe, as brigas com a Vanessa, a perda do meu primeiro amor, o fato de que a vida me ensinou a ser forte de qualquer forma, e de formas pesadas e que como ás vezes lutar para se sentir viva pode ser cansativo e ás vezes parece que não vale o esforço, e de como ás vezes as coisas acontecem de maneira misteriosa e te faz pensar que todos os seus pensamentos até então estavam errados e então você precisa começar de novo acreditando que tudo vai passar e que as coisas vão ficar bem de um jeito ou de outro, e ás vezes isso pode ser muito cansativo, mas temos que acreditar que vale a pena. O problema é que ás vezes isso se torna tão recorrente, mas de alguma forma você tem que acreditar e isso é tudo que que você pode fazer, por que se tentar entender vai acabar enlouquecendo, e a maneira mais cruel de tortura é a sua mente. Eu sempre guardei tudo isso dentro de mim em um lugar em que não pudesse ser tocado, mas ás vezes as coisas meio que fogem do controle e você tem que concertar isso, por mais que esteja doendo a vida é assim e pior ela exige isso de você, todos os dias. Mas, a família, amigos, amor, ter alguém em que confiar além de si mesmo, são as coisas que fazem tudo ficar mais bonito, que fazem todas essas coisas insuportáveis valerem a pena de alguma maneira. Estou contando com isso, na verdade.

_Demi?

_Sim.

_Esta tudo bem?

_Esta. Eu estava pensando em todas as coias insuportáveis da vida que eu  tive de suportar e agora de algumas maneira eu espero que faça sentido, e que tudo isso valha a pena.

_As coisas insuportáveis que suportamos tem um sentido, que não conseguimos enxergar até que realmente possamos ver o por que dessas coisas, o problema é que ás vezes só percebemos isso no final, o que não quer dizer que não vale a pena esperar, ou fazer as coisas valerem a pena.

_Ás vezes por mais que a gente queira não conseguimos fazer as coisas valerem a pena.

_Então, temos que tentar de novo, e de novo, e de novo até conseguirmos, você sabe.

_Ta doendo agora.

_Eu sei, eu vou cuidar disso, vai parar de doer eu prometo.

_Eu acredito em você Joe.

_Acredite um pouco mais você também minha menina, por que eu sei que você pode menina.

Eu suspirei fundo e o abracei beijando seu pescoço_ Obrigada. Você me dá força justo quando eu acho que esta tudo perdido, e eu sei que deveria me sentir arrependida por cada confusão que eu criei, mas elas me levaram a ficar com você e eu não me arrependo de ficar com você, mesmo com tudo de errado, de defeituoso, mesmo com as coisas que quebramos, e com os desastre que eu sou, eu amo você, mesmo agora eu amo você, e amo a sensação que que isso me causa. Obrigada por me amar como eu sou, por não desistir de mim, obrigada Joseph.

_Você é minha menina, meu doce desastre e eu te amo exatamente por isso. Não me agradeça você é digna de todo o amor do mundo. Não faço nada a não ser dar a você o que você merece minha menina.


Eu lhe dei um selinho com os olhos cheios de lágrimas me ajeitando em seus braços.

_Você tomar banho depois, agora fica aqui comigo.

_Sempre que quiser.








Olá meninas primeiro me desculpem pela demora eu não esqueci de vocês eu só estava sem inspiração, me desculpem mesmo pela demora de verdade!!!
Mas, eu comecei a escrever uma Mini-Fic chamada "A Repórter Americana"tá no capitulo 3,e bem agora é de verdade "I'm a Sweet Disaster"esta acabando isso não é muito bom, por que eu gosto mesmo desta história, mas estou animada com as novidades e com as novas histórias, e eu acho que vocês vão gostar e estou animada pra mostrar pra vocês, muito obrigada por tudo mesmo, pelo apoio, pela paciência, de verdade isso significa muito pra mim. 

E vocês minhas Sweeter disaster como estão? Tudo certinho? Tudo na paz? Amo vocês de verdade Obrigada por tudo minhas lindas... Leticia seja lá o que for que esteja passando não se esquece Hold On and Stay Strong!!!!